Kibe de Abóbora

Olá,

Hoje é sábado e é um dia ótimo para fazer uma receita nova!

E eu resolvi passar uma receita deliciosa de kibe de abóbora. Já sei, já sei, você deve estar pensando que é sábado e você quer algo mais pé na jaca, mas quem disse que uma receita saudável não pode ser gostosa?

E deixa eu te falar, essa combinação de abóbora com creme azedo fica incrível!

E sim, é vegano, é saudável e é muito bom!

E como hoje é sábado eu vou parar por aqui, porque hoje é dia de aproveitar.

Ah… e tem mais duas coisinhas.

Primeiro, essa receita é super legal pra fazer no dia dos pais, por ser simples e gostosa.

E segundo se você fizer essa receita, tira uma foto e lembra de marcar a gente com as hashtags #shutupandtasteit e #lamarcon, nós vamos adorar!

 

Kibe de Abóbora com Creme Azedo

Ingredientes:

  • 1 e ½ xícaras (chá) de trigo para kibe (250g)
  • 500g de abóbora
  • 2 cebolas
  • 1 maço de hortelã
  • Sal
  • 2 xícaras (chá) de castanha de cajú crua (225g)
  • 2 colheres (sopa) de vinagre de maçã
  • 2 colheres (chá) de suco de limão

Modo de Preparo:

  1. Ferva 2 xícaras (chá) de água. E coloque a castanha de cajú de molho por 1 hora.
  2. Coloque o trigo de molho, em água fria, por 3 horas.
  3. Corte a abóbora em pedaços e leve ao fogo com um pouco de água por 10 minutos.
  4. Escorra a castanha de cajú.
  5. Coloque a castanha de cajú em um processador e bata até formar uma manteiga.
  6. Adicione o suco de limão e o vinagre de maçã e misture bem, até que fique homogêneo e reserve.
  7. Esprema o trigo, para tirar o excesso de água.
  8. Pré-aqueça o forno a 180°C.
  9. Coloque o trigo, a abóbora, a cebola, a hortelã e o sal em um processador e bata até obter uma mistura homogênea.
  10. Unte uma assadeira com um pouco de óleo e coloque a massa de kibe. Leve ao forno por 40 minutos.
  11. Sirva quente com o creme azedo.

 

Foto por Ana Kobashi Fotografia
Foto por Ana Kobashi Fotografia
Foto por Ana Kobashi Fotografia
Foto por Ana Kobashi Fotografia
Confeiteira e apaixonada por comida. Antes de me dedicar a minha paixão eu era engenheira. E é como dizem por aí, você pode até sair da engenharia, mas ela nunca sai de você. Resultado: meu coração está não apenas na confeitaria mas na união da ciência com a comida. E curiosa que sou resolvi adicionar cultura e viagens a esse casamento mais que perfeito!

Deixe uma resposta