Empresárias do ABC: Adriana e Flávia Coev

Quem é do setor de arquitetura e decoração do ABC e não conhece Coev Comunicação está em outro mundo. rs

Elas são as principais assessoras de imprensa e marketing da região do ABC do setor!

Sempre valorizando os trabalhos dos lojistas e arquitetos, agora a hora é de vocês. Já estão há 18 anos no mercado, e tem como cliente a principal associação da região o @polodesigncenter .

Confira a Entrevista Completa:

Adriana/Flavia Empresária:

  1. Nos conte um pouco sobre sua carreira (um breve currículo). Sou jornalista, esse ano completo 20 anos de carreira…me formei pela Metodista em 1999 (o tempo voou!!). Já trabalho na área há 22 anos, desde a metade da faculdade ingressei no ramo da arquitetura e da decoração. Comecei atuando como redatora em uma revista do segmento, depois resolvi investir no trabalho como assessora de imprensa, aí surgiu a Coev Comunicação. Primeiro prestei serviço para empresas em São Paulo Capital. Depois foi a vez de atuar no ABC, nessa fase a Flavia Coev se tornou minha sócia nessa empreitada pelo mundo da assessoria no ABC. Já estava cansada do desgaste de idas e vindas da capital. Aí resolvi começar um trabalho na região pra ficar mais perto do meu filho e da minha família. Foi um processo lento, pois as lojas da região não conheciam o trabalho de um assessor. Vencemos barreiras e crescemos rapidamente, ajudando a projetar o ABC nas revistas e jornais do setor. A assessoria de imprensa me aproximou dos empresários e também dos arquitetos e designers de interiores da região. Conhecer a fundo cada cliente sempre ajudou na geração de conteúdo e com o tempo, a Coev Comunicação passou a cuidar das estratégias de marketing das empresas. Aí foi um salto pra gente desenvolver um trabalho voltado para a organização de eventos e o marketing de relacionamento. Hoje, a Coev Comunicação atua em quatro frentes de trabalho: assessoria de imprensa, organização de eventos, marketing de relacionamento e geração de conteúdo para redes sociais.
  2. O que te inspirou a seguir essa carreira ? Desde muito jovem sonhava em ser jornalista. Meu primeiro emprego na área foi para trabalhar com revistas de arquitetura. Devorei livros, busquei conhecer a fundo o segmento, me apaixonei por esse universo. Minha inspiração sempre foi escrever…realmente fico muito feliz ao retratar meus clientes em forma de texto. Sou muito feliz com a profissão que escolhi e com os rumos que minha carreira tomou. Fiz grandes amigos, estive em lugares que jamais poderia imaginar.
  3. Como funciona seu processo de trabalho? Tudo começa com conhecer meu cliente. Para a Coev Comunicação é fundamental conhecer seus processos, extrair o que tem como essência, vivenciar a rotina e propor o novo. Procuro enxergar além do óbvio, para poder criar estratégias de marketing, eventos diferenciados, gerar conteúdo e relacionamentos sólidos.
  4. Quem são seus clientes? Hoje a Coev Comunicação presta serviços para o Polo Design Center, Sala Bella, Florense ABC, Belle Tende Beare, Casa do Porcelanato, Klimt Arte e Portobello Shop São Bernardo.
  5. Qual região do ABC Paulista mais atua ? A maior parte dos nossos clientes são de Santo André e dois são de São Bernardo.
  6. O Setor de Arquitetura ainda é liderado por muitos homens? Como poderíamos mudar esse cenário? Hoje o número de mulheres na arquitetura / design de interiores superou os homens. Aqui no ABC são grande maioria. As mulheres conquistaram o mercado, são criativas  e conseguem trabalhar em todas as frentes de trabalho: do projeto ao acompanhamento das obras. Muitas mulheres tocam sozinhas as equipes de mão de obra – aí sim, a maioria são homens. Com competência e versatilidade ganharam o mercado.
  7. Você lembra dos seus principais obstáculos como empresária? Evoluir do trabalho informal para o formal foi sem dúvidas um desafio. Desafio que permanece até hoje, os tributos e impostos para atuar como uma empresa de assessoria de imprensa são altos. Somos uma empresa focada na criação e administrar não era meu forte, mas fui aprendendo e crescendo com as dificuldades.  

Adriana/Flavia na Vida Pessoal:

  1. Como administra vida pessoal e profissional? Hummmm posso dizer que não administro, vivo intensamente. Amo meu trabalho. Não me canso. Então, se precisar trabalho da hora que acordo até dormir. Sou noturna, então, muitas vezes, ao deitar, me pego criando…mas em meio a essa loucura, também consigo viver a rotina dos meus filhos, levar pra escola e curtir a família. Meu marido sempre me apoiou em todos os rumos que dei pra minha profissão. Então, tudo flui muito bem.
  2. Um lugar que você adora ir no ABC Paulista. Cinema e restaurantes são nossos passeios favoritos por aqui. Também gostamos muito de passeios culturais (isso sinto falta no ABC – adoro o centro de São Paulo e seus museus / exposições).

Dica:

  1. Alguma dica interessante para compartilhar com as mulheres empreendedoras do ABC? Certa vez participei de uma palestra e o tema desse encontro para empresários era a passagem bíblica que Deus pede pra Abraão sair da sua terra, pois Ele lhe daria muito mais do que o sonhado por Abraão. Esse palestrante falava para os empresários buscarem estratégias fora da sua zona de conforto, que fizessem algo pra serem únicos. Enfim, tomei isso pra mim. Resolvi ser assessora no abc quando ninguém conhecia esse trabalho por aqui. Depois uni conhecimento e criei ações de relacionamento quando pouco se falava no assunto. Enfim, busco todos os dias ser diferente, para isso, minha dica é analisar o mercado de atuação. Essa analise deve englobar a concorrência e entender qual são os diferencias frente aos concorrentes. Todos devemos buscar a essência de cada negócio para criar estratégias para se diferenciar. Analisar outros segmentos, outros mercados, ajuda na criação de novas ações, na inspiração. Também acredito muito na segmentação do mercado. Para ser bom em determinado setor, tem que vestir a camisa e conhecer a fundo seu cliente/mercado. Eu amo meu trabalho, não saberia fazer algo diferente, mesmo que em outro segmento – foquei na arquitetura e decoração e permaneci, mesmo em tempos de crise. Nunca trabalhei por dinheiro, minha motivação sempre foi fazer algo maior e melhor pelos meus clientes. Ver meu cliente feliz pra mim não tem preço. Esse reconhecimento me motiva.  

 

Fotografia: Intensify

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *