Começar um novo ano com astral de paz

Mesa com composição de elementos da natureza brasileira

A transição do ano que se finda para o novo ano que desponta, marca um momento no qual a maioria das pessoas buscam uma reflexão do que viveram e realizam projeções para o que querem viver no próximo ano.

Essa fase é normalmente marcada por eventos que vão desde as reuniões com os colegas de trabalho, da escola, do clube e outros meios de convívio social, mas o momento exato do “réveillon”, que é o conjunto de festejos que costuma acompanhar a ceia e a passagem do ano, normalmente encontramo-nos com nossos entes mais queridos.

Nesses momentos as pessoas envoltas por sentimentos de amizade, compaixão, felicidade e amor buscam senti-los e transmiti-los ao próximo.

Devotar-se a execução de uma mesa bonita, organizada e elaborada com carinho, além de encantar aos olhos de quem está sendo recebido por você, demonstra deferência favorecendo a comunhão entre todos.

Seguindo a tendência atual, buscamos elaborar uma mesa que tivesse em sua composição elementos da natureza brasileira com características tropicais, tais como folhagens, madeira e fibras naturais.

Os tons de verde predominam e são complementados com “ouro velho” no centro de mesa, nos castiçais e nas peças do aparador.

Em uma festividade desse tipo cabem os princípios básicos de etiqueta tanto por parte do anfitrião como por parte dos convidados.

O anfitrião ao convidar deve solicitar que confirme-se a presença assim como determinar o horário para início da reunião; os convidados por sua vez devem cumprir com o horário estabelecido pois não sabem a programação da festa. Chegando atrasado corre-se o risco de atrapalhar a fluência da festa; se chegar adiantado corre-se o risco de depara-se com o anfitrião ainda não preparado para iniciar a recepção.

Os convidados ao chegar devem cumprimentar primeiro os anfitriões e depois os demais.

Convidado não convida, isto é, não leve alguém com você sem que esta pessoa também tenha sido convidada pois poderá comprometer toda programação da festa.

Evite ficar por muito tempo conversando com uma só pessoa ou com o mesmo grupo evitando formar “panelinhas”; lembre-se que festividades como essa ocorrem para a confraternização entre todos.

Procure ao máximo evitar utilizar-se dos aparelhos de celular enquanto conversa com outra ou outras pessoas, se você interrompe a conversa para isso pode dar a conotação de que a pessoa que está ao telefone é mais importante do que com quem você conversa e isto pode soar como desrespeito.

Caso seja necessário ou de sua vontade falar ao celular peça permissão para se afastar do local e atender a ligação, ou até mesmo responder uma mensagem.

Sirva-se da comida somente após o anfitrião iniciar a refeição.

Procure colocar no prato pequenas quantidades de alimento; fica mais adequado você se servir mais de uma vez do que “encher” o prato e não conseguir comer todo conteúdo.

Apesar de muitos entenderem que a melhor forma de abrir um espumante é “estourando” a rolha, a forma correta é retirar a mesma com delicadeza; além de você evitar sujar a casa do anfitrião aproveita-se melhor o sabor do produto que desta forma se manterá frisante pois não terá perdido o gás.

Lembre-se de agradecer aos anfitriões no dia seguinte.

Estas são apenas algumas dicas que poderão colaborar para que esse momento seja harmônico e demonstre sua educação e respeito para com seus amigos e familiares.

Confira mais algumas fotos dos detalhes dessa mesa e espaço preparados para receber bem.

Bom ano novo à todos com muita paz.

Santé !!!!!!!

Fotografia: Ana Kobashi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *