Cozinhar pode ser alma e também poesia

Receita de Camembert Assado com Alho e Alecrim

Sempre amei cozinhar. Sempre me dediquei para que meus pratos fossem deliciosos, para que impressionassem. Bom, eu amava cozinhar, mas e daí? Muita gente gosta de ir para a cozinha e preparar uma coisa ou outra no final de semana, fazer um jantar romântico, ou para os amigos. Mas eu pensava nisso a semana inteira. Enquanto trabalhava, enquanto tomava banho, enquanto tentava dormir.

Cozinhar era um “hobbie” e tanto. Marcava encontros com amigos em casa só para ter a “desculpa” para cozinhar.

Em paralelo, trabalhava em outra área. Trabalhava muito, mas aquilo não me completava, na verdade, me esgotava.

Mas por que isso acontecia, Heloisa? Bom, em linhas gerais, porque eu ainda não tinha a menor ideia de qual era o meu propósito de vida.

Você já pensou alguma vez sobre isso? Sobre qual é o seu propósito de vida? Sobre o que te faz plenamente feliz e realizado? Sobre onde você quer chegar?

Eu me deparei com essa pergunta há uns anos atrás…

Em 2002, com 18 anos e sem nenhuma certeza sobre o que queria ser profissionalmente, resolvi fazer Rádio e TV. Eu era uma boa aluna, mas aquilo, no geral,  não era para mim. Eu costumo dizer que a faculdade de Rádio e Tv serviu para que eu conhecesse o meu marido, meu grande parceiro e hoje, o incrível pai dos meus filhos.

Bom, enfim, me formei e, a partir de então, as coisas começaram a acontecer. Nunca precisei correr atrás de emprego, eles simplesmente apareciam. E eu nunca me questionei se era o que eu queria, afinal, estava formada e precisava trabalhar. A vida é assim, não é? Comecei então a fazer uma carreira em agências de comunicação. Foram 8 anos de muito trabalho, voltando tarde para casa, esgotada fisicamente e mentalmente, sempre sem energia, sem tempo e nem disposição para qualquer outra coisa.

Nesse furacão, em um momento super difícil na minha vida profissional, fiquei grávida.

Bom, a Olivia nasceu e chegou para romper os padrões na minha vida. Não cabia mais dentro da minha rotina trabalhar 14 horas por dia. Além de não caber, eu não queria mais. Ufa! Pela primeira vez eu decidia sobre o meu caminho. Pelo menos sabia o que eu não queria. E sobre o que eu queria? Foi aí que veio, pela primeira vez na minha vida, esse questionamento.

Qual era o meu propósito de vida?

A gente fica se comparando muito com o que já conhece, com as pessoas que estão inseridas no mercado de trabalho, com as aptidões dos outros, com o sucesso dos outros, com o padrão. Esquecemos de olhar para nós, para o nosso íntimo, para quem nós somos. Você é quem você é. Aceite isso. Pegue o que você tem de melhor e mostre para o mundo. Encontre o seu lugar, sendo você mesmo.

Eu, no modo “piloto automático”, achava que o meu interesse pela gastronomia era só um hobbie. Fazia cursos de culinária quando conseguia, cozinhava para os amigos, família, vivia tirando fotos das minhas receitas, mas só encarava isso como minha válvula de escape, era por pura diversão.

Quando eu entendi que podia controlar a minha vida, saí desse piloto automático e passei a enxergar o meu propósito. Aceitei que poderia começar do zero. Que talvez não fosse tão fácil assim (e não é!), mas que tudo começa a fazer sentido, tudo flui. Quando encontramos o nosso propósito de vida, fazemos escolhas mais acertadas, desempenhamos melhor o nosso papel no mundo, conquistamos paz e felicidade.

Cursei e me formei em Gastronomia. Era um sonho que se tornou realidade. Bastou querer. Bastou mudar o “mindset”.

Hoje, olho para esses últimos anos e vejo com muito carinho tudo o que eu realizei. Uma dessas realizações foi o Projeto Na minha cozinha. Um projeto que une o meu amor pela gastronomia com o grande talento do Pedro, meu sensível marido e produtor de lindos filmes. O “Na minha cozinha” tenta levar às pessoas o meu amor pela gastronomia, pelos ingredientes, pela comida em si. Pode parecer só um vídeo de receita, mas para mim é muito mais: é uma conquista, é minha alma, é poesia, é amor, é propósito.

E qual é o seu propósito?

A seguir compartilho com vocês uma receita que é a minha entradinha favorita. Acho que todos os meus amigos, vez ou outra, já comeram alguma versão dela na minha casa.

CAMEMBERT ASSADO COM ALHO E ALECRIM

Receita

Você pode fazer o pré-preparo com antecedência e levar ao forno minutos antes de servir.

Se quiser, busque uma inspiração interior e crie a sua própria versão, variando os ingredientes. Vale tudo, desde outros temperos, até frutas, geléias, pimentas, mel, castanhas. Vale até servir uma versão doce como sobremesa.

Ingredientes

1 Queijo Camembert

2 dentes de alho

1 ramo de alecrim

Flor de sal a gosto

Pimenta-do-reino a gosto

1 colher (sopa) de azeite extra virgem

Modo de Preparo

Corte a “tampa” do queijo com cuidado para tirar o mínimo possível de queijo.

Com uma faca, faça cortes paralelos no queijo para o tempero penetrar conforme o queijo derrete.

Pique o alho finamente, ou passe pelo espremedor de alho e coloque sobre o queijo, apertando para o alho entrar nos cortes.

Despedace o raminho de alecrim e coloque sobre o queijo e entre os cortes.

Acrescente uma pitada de flor de sal e pimenta-do-reino a gosto e regue com o azeite.

Leve ao forno por 15 minutos a 180°C.

Sirva imediatamente com torradas.

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=IkulTroAZUo

 

Artigo Por: Heloisa Quatrocchi

Criadora do Projeto “Na minha cozinha”, produtora culinarista e food stylist, produtora executiva de projetos de gastronomia, cozinheira e finalmente, na maior parte do tempo, mãe da Olivia e do Bento.

Youtube: www.youtube.com/channel/UCaadBn5orcUHs3kjqHpQ36A/videos

Instagram: @projetonaminhacozinha

Facebook: facebook/projetonaminhacozinha

E-mail: projetonaminhacozinha@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *