Curiosidades sobre o Chocolate

7 de Julho Dia Mundial do Chocolate

Você já ouviu falar sobre o Dia Mundial do Chocolate? Nos dias atuais é quase impossível encontrar alguém que não goste de chocolate, trata-se de um alimento tão amado que criaram uma data para comemorar a sua existência.

No dia 7 de julho é comemorado O Dia Mundial do Chocolate, a data foi escolhida porque acredita-se que foi nessa época, há 400 anos, que o alimento tenha sido introduzido no continente europeu.

História:

O chocolate é um alimento derivado da amêndoa fermentada e torrada do cacau. De acordo com os historiadores, relatos dão conta de que os primeiros a consumir chocolate regularmente foi por volta de 1500 a.C e vêm da civilização Olmeca que habitava o México na época.

No inicio da sua história o chocolate era conhecido como ‘’Theobroma’’ do grego, quer dizer ‘’Alimento dos Deuses’’. Este é o nome de batismo do chocolate.

O chocolate que nós consumimos hoje é resultado de sucessivos aprimoramentos realizados desde o início da colonização da América.

Em 1847 criou-se a primeira barra de chocolate da história através da técnica de misturar pó de cacau, açúcar e manteiga de cacau derretida, formando uma mistura consistente capaz de se solidificar.

Atualmente o maior produtor de cacau no mundo é a Costa do Marfim, já o Brasil é o maior produtor da América Latina. Na África é cultivado o equivalente a 32% da produção mundial. O Brasil produz cerca de 160 mil toneladas por ano e fica em sexto lugar no ranking mundial.

Atenção com os animais:

É muito importante lembrar que não pode ser oferecido chocolate aos nossos amados animaizinhos, o chocolate é extremamente tóxico para os animais, podendo levar cachorros e gatos inclusive à morte. Em certas quantidades, a teobromina encontrada no chocolate é venenosa a animais como cães , gatos (especialmente filhotes), cavalos, papagaios e hamsters. O chocolate estimula o sistema nervoso central e o músculo cardíaco provocando aumento da pressão arterial, taquicardia, arritmia, tremores e convulsões.

Para a Saúde:

A quem diga que ele seja um grande vilão, outros acreditam que ele seja o mocinho, quando falamos de chocolate o prazer e a culpa andam juntos. Na verdade ele não é vilão nem mocinho, a moderação é a chave para aproveitar dos benefícios dessa delícia sem prejudicar saúde e o peso, aqui nessa história o grande vilão é a quantidade, afinal tudo em excesso trás prejuízos a saúde.

O chocolate contém em sua estrutura substâncias que são grandes vilões como também possui substancia que são extremamente funcionais para o nosso organismo.

Engana-se quem pensa que essa guloseima só serve para atender a satisfação do paladar, além de ser muito saboroso, é considerado por muitos uma fonte de prazer e de bem estar.

Quem já vivenciou a experiência de saborear um chocolate sabe: consumir um pedaço de chocolate em situações de estresse melhora rapidamente o humor. É possível observar que o chocolate também está ligado à recompensa, é comum as pessoas receberem chocolate depois de fazer algo como forma de agradecimento.

Estudos comprovam que o cacau é rico em antioxidantes que atuam no o sistema imunológico, prevenindo o câncer, doenças do coração, aumento da memória e da função cognitiva a curto prazo, como também pode ajudar a proteger contra o declínio cognitivo à medida que envelhecemos.

A grande sensação de bem estar, está ligada ao nosso sistema nervoso central, que, através da química em nosso cérebro com componentes básicos do chocolate como triptofano, feniletilalanina e  anandamina, que atuam estimulando a produção de hormônios na área das emoções como endorfina, serotonina semelhantes aos liberados em situações de felicidade e quando estamos apaixonados, ajudam a combater a depressão, o estresse e alguns dos sintomas da TPM.

Além disso, o chocolate possui teobromina, que é da família da  cafeína e tem efeito estimulante, e magnésio, um aliado do bom humor. Quanto mais escuro o chocolate, melhor, pois contém mais cacau.
Podemos concluir que em uso moderado o chocolate além de ser um delicioso alimento, pode nos promover muitos benefícios.

Benefícios estéticos:

O chocolate também está fortemente presente no setor da beleza. É um aliado da beleza, está presente em vários tratamentos estético, banhos de ofurô, massagens, máscaras e outros cosméticos. O cacau tem efeito antioxidante, previne o envelhecimento, renova as células e é também um poderoso hidratante, capaz de evitar o ressecamento da pele e dos fios de cabelo, o produto combate os radicais livres, evitando a oxidação das células.

Recomendações:

Então, bora se jogar nos chocolates, certo? Calma! Para melhor aproveitamento dos benefícios do doce mais popular, é preciso saber como e quando consumi-lo.

Escolha o chocolate certo. O ideal é optar pela versão amarga, que contém cerca de 50% a 85% de cacau, pouco açúcar e maior teor de antioxidantes. Se não gostar muito dessas opções, prefira o tipo ao leite. “Normalmente, ele possui mais manteiga de cacau, o que significa maior porcentagem de gordura e menor efeito benéfico para o corpo” ,evite o chocolate branco, ele não possui cacau e nem substâncias antioxidantes.

Evite comer por empolgação, vale mais a pena consumir uma pequena porção de boa qualidade. Opte por saborear a iguaria como sobremesa, comer chocolate com o estomago vazio faz aumentar os níveis de açúcar no sangue e, quando essas taxas caem, a fome vem ainda mais forte.

Escolha quantidades menores, nesse caso menos é mais. “O cérebro não diferencia a quantidade de chocolate consumida. A liberação de serotonina, o hormônio da felicidade, é a mesma”, garante alguns especialistas.

Não é necessário passar vontade e se sentir culpada. Com alguns cuidados, dá para comer chocolate e usufruir todos os seus benefícios contribuindo para uma vida mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *