Moderno, compacto, bonito e funcional

Olho: O jeito de morar mudou e o conceito de viver bem pode ser adaptado em qualquer metragem!

Antigamente nós nem sonhávamos com serviços como Uber, escritórios compartilhados (coworking) ou morar em apartamentos ou casas com menos de 50 m2. Os nossos hábitos e estilo de vida acompanham as mesmas mudanças pelas quais vivem moradores das grandes metrópoles de outros países.

E morar em imóveis menores, optando por condomínios mais baratos e com serviços agregados, passou a ser uma realidade não só para os solteiros, como para famílias menores. Com apenas 35 m2, este apartamento, localizado no bairro de Santa Cecília, no centro da capital paulista, foi totalmente modificado a partir do projeto assinado pela arquiteta Juliana Matalon, do Estúdio Ela Arquitetura, em parceria com a arquiteta Carol Dantas.

Por trabalharem o dia todo, o jovem casal de moradores, sem filhos, que adora receber amigos e familiares em casa, queria um imóvel que tivesse um estilo leve, com decoração clean e muito conforto.

“O principal desafio foi colocar tudo que um morador precisa em um apartamento pequeno, deixando-o bonito e prático”, diz Juliana Matalon. “Pensamos bastante na funcionalidade, mas em momento algum deixamos a estética de lado”.

 

Por se tratar de um layout com ambientes pequenos, todos os cômodos foram integrados – quarto, sala, cozinha, varanda e área de serviço. Eles ocupam um espaço contínuo, mas ao mesmo tempo, mantém suas funções bem distintas.

 

Uma das soluções encontradas pelas profissionais foi a utilização do vidro para criar divisórias permeáveis. “Não queríamos fechar o quarto totalmente”, conta Juliana, “e o vidro foi a matéria-prima que encontramos para garantir o aspecto clean que os moradores queriam.”

 

Seguindo essa linha, o vidro também aparece como divisória da cozinha para a sala e nos detalhes do mobiliário e da decoração. Os tons branco, fendi e cru compõem a cartela de cores. “Essa paleta também transmite a sensação de paz que os moradores desejavam”, diz.

 

Fotos: Gui Morelli